quarta-feira, junho 03, 2009

"Herança" da Vovó

Vovó Tita não quer mais tricotar e resolveu me dar o que ainda tinha.
Ganhei algumas lãs, agulhas e uma costureira, que para mim se chamará tricoteira :)


As linhas foram: uma bola enorme vinho, que não tenho a menor idéia da marca, um novelo keamor meio laranja, (achei esta cor linda) e a grande estrela do acervo: a lã família.




Atualmente não gosto dessa lã, pois acho ela muito dura, mas é impressionante a diferença entre elas.
Estes novelos minha avó comprou quando minha mãe estava fazendo uma blusa para o meu pai. Eu devia ter uns 12 anos quando ela fez e me lembro dela tricotando esta blusa. Ela ainda tem a peça, meio “surradinha” mas quentinha.
É impressionante que com tanta evolução no mundo a lã família tenha ficado pior. Ela era tão macia que parecia 100% algodão. Agora parece uma lixa....Vou pensar num projeto com muito carinho para usar esta lã.
Bem gente fiquem com Deus!Bjocas!

6 comentários:

florzinha Tá disse...

OI amiga..

Linda sua herença..Essa sim vale a pena ganhar......^n aquele monte de papel pra dar briga..heheheheh
Mais adorei tem cada uma linda por ai.. mas essas antigas e que são legais charmosas..
parabéns por ser boa neta e merecedora de tal presente .. E as lãs é verdade tenho as mesmas lembraças...

Bjks..... faça algo pros babys...

Claudia H disse...

Obrigada pelo seu imenso carinho e comentários.
Bjocas

disse...

Que presentão!! Eu andava louca atrás de um porta trabalho assim, pois lembrava dos antigos... agora já achei.
bjinhos

VovoBaisa disse...

Cláudia !
Eu queria uma tia assim.....rsrsr..
Minha filha também é pianista... Atualmente trabalha como Regente de Coral numa Prefeitura...
Bj. e grata pela visita.
Baísa

Anônimo disse...

Galera, eu sou cristã e também estou sofrendo e tendo muita dificuldade em achar roupas de tricô por preços convidativos como era nos anos 80-90.

Naquele tempo, eu acho, que a gente era mais elegante.

Ainda bem, que as pessoas "do mundo" estão se interessando por tricô e crochê, assim a moda volta e podemos ser beneficiados.

Abraço, mas uma coisa pessoal: Não é só cristão ou crente que usa roupa de lã e tricô conservadora, não. Existem pessoas de bem que também gostam. Nem todos do mundo querem ficar com roupas indecentes, não.

Abração,

Simone L. F. Guimarães

Simone L. F. Guimarães disse...

Galera, eu sou cristã e também estou sofrendo e tendo muita dificuldade em achar roupas de tricô por preços convidativos como era nos anos 80-90.

Naquele tempo, eu acho, que a gente era mais elegante.

Ainda bem, que as pessoas "do mundo" estão se interessando por tricô e crochê, assim a moda volta e podemos ser beneficiados.

Abraço, mas uma coisa pessoal: Não é só cristão ou crente que usa roupa de lã e tricô conservadora, não. Existem pessoas de bem que também gostam. Nem todos do mundo querem ficar com roupas indecentes, não.

Abração,

Simone L. F. Guimarães